Brasil

Como funciona o tribunal anticorrupção da Ucrânia que Moro quer criar no Brasil

Em seu discurso de filiação ao Podemos no início deste mês, o ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro defendeu a criação, no Brasil, de uma “corte nacional anticorrupção (…) à semelhança do que fizeram outros países”. Em artigo publicado em setembro na revista Crusoé, Moro já havia lançado a ideia, inspirado na Corte Superior Anticorrupção da Ucrânia, criada em 2019 como uma resposta a uma crescente pressão popular contra a morosidade e a leniência do Judiciário do país em relação a casos de suborno, desvio de recursos e abuso de poder. As informações são da Gazeta do Povo.

Médicos sem Fronteiras