Brasil

Na internet mulheres mórmons reclamam do desconforto das roupas íntimas sagradas

A americana Sasha Piton, de 33 anos, atraiu 18 mil seguidores nas redes após falar sobre os problemas das vestimentas oferecidas pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: “A minha vagina precisa respirar”.

Aos 33 anos, Sasha Piton está chamando a atenção na internet por levantar um assunto até então nunca debatido. Durante uma caminhada perto de sua casa em Idaho Falls, Idaho, ela percebeu que algo estava errado. A caminhada foi de apenas alguns quilômetros, mas uma ferida estava se formando ao longo da dobra acima de sua coxa. O motivo foi logo identificado: as roupas íntimas sagradas, chamadas oficialmente de garment, e usadas pelos membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, da qual ela faz parte.

Depois de outra caminhada dolorosa, Sasha relutantemente parou de usar as roupas durante os exercícios e, ocasionalmente, as removeu durante a noite. Ambas as mudanças foram significativas, uma vez que os membros da igreja têm sido historicamente encorajados a usar as vestimentas “noite e dia”.

*As informações são da revistamarieclaire

Médicos sem Fronteiras