Paraná

OAB-PR afirma que vai analisar conduta de advogado em júri e adotar providências

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Paraná, se manifestou nesta terça-feira (11) a respeito do júri da morte da advogada Tatiane Spitzner, em que o advogado do réu, Claudio Dalledone Junior, simula uma agressão de esganadura no pescoço da sua assistente no júri, a advogada Maria Eduarda Lacerda. A entidade disse que vai analisar a conduta do advogado e adotar providências que se mostrem cabíveis. As informações são da Tribuna do Paraná.

Médicos sem Fronteiras