Paraná

Comprada por Curitiba, coronavac é eficaz, mas resultados são adiados

A Coronavac, imunizante no centro da “guerra da vacina” entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o governador João Doria (PSDB-SP), tem eficácia superior a 50% e terá o registro pedido à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O índice preciso, contudo, não foi divulgado nesta quarta (23) pelo governo paulista, como estava previsto. A vacina será adquirida pela Prefeitura de Curitiba, após parceria anunciada entre o prefeito Rafael Greca e o governador de São Paulo João Dória. As informações são da Tribuna do Paraná.

Médicos sem Fronteiras