Paraná

Copel Telecom foi privatizada por Ratinho; vem aí apagão na internet

Faceiro, o governador do Paraná bateu o martelo nesta segunda-feira (9) na privatização da Copel Telecom. Ratinho Junior (PSD) comemora o arremate da última empresa estatal de internet por R$ 2,395 bilhões. As informações são do blog Esmael Morais.

O leilão da melhor empresa de fibra óptica do país se deu hoje em meio a um apagão energético no Amapá, cuja empresa distribuidora também fora privatizada num passado recente.

O que todos os paranaenses devem estar perguntando agora é se vem aí um apagão na internet. Sim e não, podemos assegurar.

“Sim” porque o serviço poderá deixar de ser universal e o fim da modicidade das tarifas poderá estabelecer um apagão na conexão dos usuários.

“Não” porque os preços proibitivos poderá assegurar um valor elevado para poucos, nos grandes centros, que podem pagar pelo serviço.

Ratinho mostrou-se hoje mais esperto que seu criador, o governador Beto Richa (PSDB), que não conseguiu privatizar a Copel.

Sobre a privatização

O Fundo Bordeaux, representado pela corretora Planner, venceu o leilão de privatização, realizado nesta segunda-feira (9) na sede da B3, em São Paulo. O certame contou com 19 lances em viva-voz.

O governo do Paraná comemora a venda da subsidiária por R$ 2,39 bilhões e disse que o recurso arrecadado retornará ao caixa da Copel para a ampliação de investimentos da estatal na distribuição, transmissão e geração sustentável de energia.

Médicos sem Fronteiras