Paraná

Morre leão Simba, que há 18 anos morava no zoológico de Curitiba

Foto: Pedro Ribas/SMCS

O leão Simba, que chegou ainda filhote ao zoológico de Curitiba, há 18 anos, morreu nesta segunda-feira (03), por complicações da “idade avançada”. Segundo a prefeitura, Simba já havia ultrapassado a expectativa de vida da espécie fora da natureza, que é de cerca de 13 anos. Ultimamente, o animal vinha apresentando problemas nas articulações, tinha dificuldade para se locomover e recebia medicamentos para dor. Ele veio morar no zoo ainda filhote, em 2002, depois de ser resgatado de uma residência, onde era tratado como animal de estimação, mas condições totalmente inadequadas. Simba deixa as filhas Leona e Nala, que já nasceram fora da natureza e completam 14 anos em outubro deste ano. As informações são da Gazeta do Povo.

Médicos sem Fronteiras