02/06/2020 23:04
Paraná

Cliente se recusa a colocar máscara e funcionária morre baleada na confusão

De acordo com um repositor que conversou com a Banda B, tudo foi muito rápido. “Eu estava com ela no recebimento quando percebi que a confusão começou. Como ela é fiscal de loja, foi verificar o que tinha acontecido. Acredito que para conter o cliente, o disparo foi realizado pelo segurança, momento em que ela foi atingida”, lamentou.

A Guarda Municipal de Araucária foi chamada e atendeu a ocorrência.

O coordenador operacional Aranda, da Guarda, explicou que o cliente tentou tirar a arma do segurança. “As informações que recebemos são as que um cidadão não quis respeitar as normas do novo decreto e entrou em discussão com um fiscal do hipermercado, que acabou agredido. Foi então que o segurança veio ao local. O cliente tentou tirar a arma do segurança, mas antes um disparo acertou o cliente de raspão”, explicou.

Após o tiro que atingiu o cliente de raspão, um segundo disparo foi feito, atingindo a funcionária. “A mulher morreu por uma atitude irresponsável deste cliente”, concluiu Aranda.

A Delegacia de Araucária passa a investigar o caso.

Empresa

Em nota, a empresa responsável pela segurança do hipermercado enviou nota à Banda B:

“A empresa lamenta profundamente o ocorrido e presta total solidariedade à família e aos amigos da vítima. Informamos que empresa está colaborando com as autoridades na busca de informações que possam contribuir para a investigação do caso.”

Assessoria de Imprensa do Grupo Protege

Médicos sem Fronteiras