02/04/2020 19:27
São José dos Pinhais

Empresa reposiciona marca e foca na gestão da felicidade do empreendedor brasileiro

Nova identidade visual da vhsys. Projeto é da escola de criatividade e inovação Redhook. Sistema de gestão e novos produtos da vhsys permitem mais autonomia para investir no que mais interessa a cada pequeno empresário

A empresa paranaense de tecnologia e gestão empresarial vhsys chega ao nono ano e reposiciona sua marca com o objetivo de melhorar a gestão do tempo do microempreendedor brasileiro. O novo posicionamento mostra aos clientes como suas soluções diminuem a burocracia e liberam tempo para investir no que importa: ser feliz. A campanha traz o mote “Conecte-se ao que importa”.

“A felicidade é uma construção própria: ela pode vir da satisfação de se dedicar a estratégias que façam a empresa crescer e faturar mais. Também está ligada a ganhar  qualidade de vida ou simplesmente desfrutar de mais momentos com a família. Mas tudo isso depende da boa gestão do tempo com ferramentas inteligentes e atendimento humanizado”, explica Robson Salgado, coordenador de branding da vhsys.

 O novo posicionamento surgiu de um mergulho da empresa nos fatores que mais geram angústia nos empresários brasileiros. A mudança consolida valores e propósitos que sempre marcaram sua trajetória. “A empresa cresceu olhando para os clientes para entender quais eram suas dores e as dificuldades na hora de empreender. Nós aprimoramos nossa estratégia  e vamos investir ainda mais nosso tempo para que o microempresário economize o tempo dele. Não é apenas um redesenho de marca, mas um compromisso com o empreendedorismo”, diz Stocco.

A vhsys entrevistou, por meio de formulário, 10% de sua base de clientes, além de quase todos os parceiros e colaboradores. Também foram realizadas mais de 50 horas de entrevistas aprofundadas com  representantes de todos esses públicos . Tudo apontou para a falta de tempo como a principal causa das dificuldades de gestão. 

Já os possíveis clientes querem um sistema rápido, e simples. Um dos empreendedores ouvidos diz que “o cliente estaciona o carro na calçada e quer o negócio logo. Não tem tempo de ficar preenchendo ou esperando sistema”. Outro prospecto argumentou que “o sistema precisa ser muito simples, rápido e objetivo, sem um processamento de informação demorado, porque simplesmente não dá tempo de fazer”.

O novo posicionamento também ressalta que a vhsys não é apenas uma fornecedora de software, mas uma provedora de serviços e soluções tecnológicas para os microempreendedores. “O Brasil é a oitava maior economia do mundo, mas está na 71ª posição entre 141 países, segundo o ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial. O excesso de burocracia responde por boa parte dessa performance negativa. Nós trabalhamos para aumentar a competitividade dos nossos clientes. Além do software de gestão, temos uma equipe preparada para prestar consultoria técnica e empresarial. Quando a empresa tem uma boa gestão e não fica presa em burocracias, o líder consegue olhar para outros fatores, encontra soluções, tem ideias novas e presta atenção em seus funcionários. Tudo isso proporciona mais crescimento, aumenta o lucro cria um bom clima organizacional, que é a base para a felicidade no trabalho e na vida”, explica Stocco.

Os exemplos de burocracia versus perda de tempo são inúmeros. Uma das tarefas recorrentes que mais toma tempo do empreendedor é a emissão de notas fiscais. Nos sites oficiais, a média para preencher e processar uma nota  leva ao menos 20 minutos. Com o software da vhsys esse tempo cai para dois minutos porque os dados ficam salvos no sistema, economizando ainda mais tempo na próxima emissão.

Nova identidade visual

Para comunicar o reposicionamento, a  vhsys também apostou em revitalização da identidade visual. A nova logo representa o que a empresa espera entregar aos usuários: experiências positivas, agilidade e mais tempo livre para fazer tudo aquilo que é importante, além do trabalho. Com uma tipografia mais clara, a logo traz o nome vhsys em letras minúsculas, com símbolos que remetem a um sorriso, um relógio e um sinal de verificação correta.  A proposta é do designer Guilherme Serbena, da escola de criatividade e inovação Redhook, e contou com a mentoria de Guido Dezordi, designer e presidente da Associação de Designers do Paraná (Prodesign-PR).

“À medida que os processos ficam mais fáceis e ágeis, as pessoas se sentem donas do seu tempo e podem transformá-lo em seu bem mais precioso. Por isso, essa nova marca é mais simples de ler, de falar e também mais humana, trazendo símbolos que inspiram alegria, realização e o que mais importa na vida, que é ser feliz”, explica Serbena.

Desde a semana passada, os clientes começaram a receber materiais da vhsys com o novo posicionamento da marca. O site da empresa foi refeito e redes sociais também vão estampar a nova identidade visual. Durante o ano a vhsys pretende investir em campanhas nos veículos de mídia para fortalecer o posicionamento, além de ações personalizadas para os clientes. A vhsys também trabalha no desenvolvimento de novas funcionalidades e produtos  específicos para ajudar o empresário a ter mais tempo no dia a dia. Todas essas ações ligadas aos produtos terão base nas pesquisas feitas, nas personas desenhadas e nas dores do empreendedor brasileiro.

Crescimento

A empresa paranaense dobrou seu faturamento em 2019 em relação ao mesmo período de 2018. O número de funcionários também mais que duplicou, indo de 80 colaboradores para quase 200 agora já início de 2020. A previsão é de que a empresa abra mais de 150 novas vagas até o final de 2020, em diferentes níveis, com foco em cargos de desenvolvedores. Ano passado a empresa investiu 120% a mais do que em 2018 em contratações, treinamento de pessoal e prospecção de novos clientes.

A vhsys produziu um vídeo manifesto para explicar o novo conceito da marca.

História

A vhsys entrou no mercado em 2011, quando ainda era uma empresa de informática tradicional chamada Visual Host (de onde vem o nome vhsys). Os primos Reginaldo e Luan Stocco, sócios-fundadores, já trabalhavam no segmento e decidiram criar um software para gestão de empresas na nuvem. O software começou apenas como um sistema para emissão de notas fiscais e foi evoluindo, conforme a demanda dos clientes, que chegavam aos poucos. Desde a fundação, a empresa manteve a meta de dobrar de faturamento, ano após ano. 

Médicos sem Fronteiras