São José dos Pinhais

Melhores cidades para alugar imóveis na região metropolitana de Curitiba

Alugar um apartamento ou casa não é fácil. Existem vários aspectos a serem considerados antes de atingir o objetivo de alugar um imóvel e receber renda extra por ele. Ou, para quem deseja alugar para morar, também é importante estar atento ao formato de contrato e especificações do mesmo, uma vez que tendo tudo muito bem estipulado é possível fazer todo tipo de contrato sem ter que passar por dores de cabeça no futuro.

Então se você está pensando em morar na Região Metropolitana de Curitiba, aqui você encontrará algumas dicas com itens básicos para o início de tudo e um elenco das principais cidades para se viver.

Dicas para proprietários de imóveis de aluguel

Lembre-se que, caso seja proprietário, a primeira coisa é determinar o preço do aluguel. Isso pode ser feito investigando quanto é a taxa que proprietários semelhantes estão solicitando na mesma área. Os sites de anúncios de aluguel de propriedades permitem fazer comparações de preços de acordo com as características de cada um.

Lembre-se que um mês é cobrado antecipadamente e outro é garantido. Esse último valor cobrirá a eventual deterioração que o inquilino poderá causar aos ambientes, como paredes manchadas ou danos às instalações sanitárias e móveis. Faça um contrato de aluguel claro o suficiente sobre os compromissos de ambas as partes.

Precauções para o locatário de imóveis

Seja sempre prudente se você for quem irá alugar o imóvel desejado. Você deve inserir o valor do aluguel, a validade do contrato (indica a data específica do término do contrato), uma cláusula de inquilinos inadimplentes e outros aspectos relevantes para a propriedade, como também, para quem irá o pagamento e a cargo de quem deve ser feita a manutenção.

O contrato também deve especificar o uso que deve ser dado à propriedade, o status da propriedade, os motivos da rescisão, as multas por atraso no pagamento ou rescisão antecipada.

Não se esqueça de incluir a cláusula de pesquisa futura do proprietário que permitirá recuperar a propriedade em um curto prazo, caso tenha expirado o contrato e seu inquilino não queira desocupar a casa ou por sua resolução devido à falta de pagamento. Tome cuidado para levar este contrato ao cartório para evitar fraudes ou registrar sua propriedade em nome de terceiros.

Fique muito atento a detalhes para não cair em golpes

Aconselhamos que qualquer pessoa que procure alugar tenha cuidado e não se apresse em tomar uma decisão, principalmente se tiver dúvidas. Golpes de aluguel ocorrem ao longo do ano e se enquadram em três grandes categorias:

1. O fraudador afirma estar fora do país e não pode mostrar a propriedade e solicita um depósito

2. O golpista mora na propriedade e mostra várias pessoas ao redor, recebe um depósito de várias pessoas e desaparece com o dinheiro

3. A transação parece normal até que o locatário descubra que as chaves não funcionam e o proprietário desapareceu.

Portanto, as pessoas precisam estabelecer que a casa existe e que ela está disponível para aluguel e que quem se identifica como proprietário/corretor imobiliário está autorizada a alugar a propriedade.

Além do mais, esteja ciente de ofertas que parecem boas demais para ser verdade, mesmo em plataformas legítimas de aluguéis. Se ele parecer uma pechincha, faça mais pesquisas. Verifique as taxas de aluguel para propriedades semelhantes no mesmo local.

Use o Google Maps e outros sites de anúncios para verificar a existência de anúncios clonados e, também, para consultar se o endereço de uma determinada propriedade é realmente verdadeiro – especialmente se você irá chegar de mudança de outra cidade.

Nunca concorde em alugar um imóvel por meio de um site ou mídia social. Você precisa visitar a propriedade e garantir que seja uma locação genuína. Você precisa estar satisfeito com a propriedade e os termos e condições da locação.

Lembre-se de que os golpistas geralmente copiam fotos, endereços e outras informações de várias listagens de aluguel e, em seguida, usam essas informações para criar uma listagem falsa. Nunca entregue nenhum pagamento em dinheiro, pois o dinheiro não pode ser rastreado e pode ser usado imediatamente, sem deixar pistas.

Oportunidades na Região Metropolitana de Curitiba

A Região Metropolitana de Curitiba possui diversas opções de imóveis, desde casas para alugar em Pinhais até casas incríveis em condomínios fechados, como os existentes na região do Alphaville Graciosa. Vale muito a pena você pesquisar o que seu bolso suporta, e analisar qual localidade fica mais próxima da sua região de trabalho.

Algumas casas para alugar em Colombo podem ser uma ótima oportunidade de moradia para quem trabalha em Curitiba mesmo, nos bairros da região norte, como Cabral, Barreirinha, Juvevê, Santa Cândida ou, ainda, no centro da cidade.

Existe bastante facilidade de deslocamento por meio de vias rápidas utilizando carro e pelo sistema integrado de transporte público, onde o usuário pode fazer conexões para pagar uma única passagem para sair de uma cidade da região metropolitana e ir à capital.

Já para quem deseja viver mais perto do litoral e do aeroporto, uma boa opção é buscar por apartamentos para alugar em São José dos Pinhais. A qualidade de vida na cidade é excelente, sendo uma cidade muito próxima da capital e que tem ótimo comércio, diversas opções de lazer e infraestrutura, como escolas, hospitais e vias de acesso.

Para quem deseja um pouco mais de conforto e vida de interior, uma ótima opção é a cidade de Campo Largo. Distante a cerca de 20 minutos de Curitiba, é uma localização que reúne qualidade de vida, tranquilidade e  proximidade da capital, além de ter agilidade de acesso a ela, por meio de uma BR ou mesmo por dentro de bairros.

Agora que você conheceu as principais cidades para se viver na Região Metropolitana de Curitiba, não deixe de pesquisar bastante antes de fechar o seu contrato. Tenha sempre consigo todas as informações possível a respeito do imóvel de sua preferência e mantenha tudo sempre muito bem documentado. Aproveite que conheceu estas informações para compartilhar este post em suas redes sociais!

Médicos sem Fronteiras