São José dos Pinhais
25/04/2019 02:50
Brasil

Decreto acaba com o uso de “excelência” e “doutor”

Compartilhar artigo no facebook Compartilhar artigo no twitter Compartilhar artigo no WhatsApp ↑ Topo

Chega de salamaleques. Entre os 18 atos assinados pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quinta-feira, 11, um deles proíbe o uso de termos como “vossa excelência” e “doutor” para se referir a autoridades da administração pública. No lugar, deve ser usado apenas “senhor” ou “senhora” como pronome de tratamento. Segundo material divulgado pelo Palácio do Planalto, o objetivo é “promover a desburocratização no tratamento e de eliminar barreiras que criam distinção entre agentes públicos no âmbito do Poder Executivo federal”. As informações são do Fábio Campana.

“O Governo Federal publicou decreto que simplifica a forma de tratamento oral e escrita, inclusive em cerimônias, promovendo o uso do pronome de tratamento “Senhor” e suas flexões para o feminino e o plural e vedando o uso de pronomes ou formas de tratamento como “Vossa Excelência” e “Doutor”, ressalvados os casos em que haja previsão legal ou exigência de outros Poderes e entes federados”, diz o texto divulgado pela assessoria de imprensa, informou o Broadcast Político.

Médicos Sem Fronteiras