São José dos Pinhais
18/06/2019 11:50
São José dos Pinhais

Por ‘questão de segurança’, Edison Brittes, é retirado da Casa de Custódia de São José

Compartilhar artigo no facebook Compartilhar artigo no twitter Compartilhar artigo no WhatsApp ↑ Topo
Foto: Jonathan Campos / Gazeta do Povo

Assassino confesso do jogador Daniel Corrêa de Freitas, Edison Brittes Júnior foi transferido, por volta das 10h desta sexta-feira (8), para a Casa de Custódia de Curitiba. De acordo com a assessoria de imprensa do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR), ele foi retirado da Casa de Custódia de São José dos Pinhais, onde estava preso, por “questão de segurança”. As informações são da Tribuna do Paraná.

De acordo com informações extraoficiais, o motivo seria um bilhete que teria chegado às mãos do empresário, com uma oferta de outro preso para providenciar a fuga de Edison em troca de pagamento em dinheiro. Em nota, a defesa de Edison, no entanto, disse que “recebeu com estranheza a informação do suposto bilhete que teria circulado e sido encontrado dentro da Casa de Custódia de São José dos Pinhais em data e horário em que Édison Brittes Júnior estava no Fórum de São José dos Pinhais acompanhado as audiências que investigam a morte do jogador Daniel”.

Médicos Sem Fronteiras