São José dos Pinhais
21/11/2018 10:46
Esporte

Delegado diz que Daniel foi imaturo e que reação do suspeito é injustificável

Compartilhar artigo no facebook Compartilhar artigo no twitter Compartilhar artigo no WhatsApp ↑ Topo

O empresário Edison Brittes Junior afirmou que matou o jogador após flagrá-lo com a esposa na cama

O delegado Amadeu Trevisan, responsável pelas investigações da morte de Daniel Corrêa Freitas, de 24 anos, disse que a reação do suspeito, o empresário Edison Brittes Junior, 38, foi totalmente desproporcional à qualquer suposta atitude da vítima contra a mulher dele. “Mesmo que tenha havido uma tentativa de estupro, o que nós ainda não podemos confirmar, é preciso entender que a resposta foi um excesso da parte dele, ele jamais poderia ter agido desta forma”, disse o delegado em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (1). As informações são da Banda B.

Médicos Sem Fronteiras