São José dos Pinhais
13/12/2018 09:18
Brasil

Bolsonaro não indo aos debates antecipa a morte da TV no Brasil

Compartilhar artigo no facebook Compartilhar artigo no twitter Compartilhar artigo no WhatsApp ↑ Topo

Assim como morreram os jornais impressos no Brasil e no mundo há, também, previsão da morte do rádio e da televisão. A tendência é que as pessoas se informem cada vez mais pelos smartphones e os conteúdos produzidos por uma variedade de veículos, como blog do Esmael, portal do jornalista Cristiano Lima, blog Fábio Campana, e outros formadores de opinião, enfim, quebrando a lógica do monopólio da radiodifusão tal qual a que conhecemos hoje.

Médicos Sem Fronteiras