Paraná

Ministério sugere veto a projeto da Fenaj

O Ministério da Justiça encaminhou um parecer ao Planalto no qual sugere o veto completo ao projeto de lei aprovada neste mês no Congresso que amplia de 11 para 23 as funções dos jornalistas.


Lula tem até o final desta semana para sancionar ou vetar o projeto, que obriga o diploma universitário de jornalista a repórteres-fotograficos, cinegrafistas e comentaristas.


O parecer do ministério, assim como de outras pastas, é uma das etapas obrigatórias antes da sanção de projetos recém-chegados do Congresso.


Na visão do Ministério da Justiça, a sociedade tem o direito de receber informações de qualquer fonte. O projeto, defendido pela Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) e atacado por diferentes entidades da mídia, como a ANJ (Associação Nacional de Jornais), prevê que a função de jornalistas deve ser exercida só por aqueles que forem graduados, ou seja, que tenham diploma e registro da categoria.


O segundo argumento é que de Lula atenderia um direito da sociedade, e não de uma classe específica.


Folha de São Paulo, terça-feira, 25 de julho de 2006, Brasil, A9 

Médicos sem Fronteiras