Esporte

Dunga mantém os médicos e o preparador de goleiros

Dunga já começou a definir a comissão técnica da seleção brasileira. A primeira decisão do novo treinador, na tarde desta terça-feira, foi manter alguns integrantes do grupo que trabalhou com Carlos Alberto Parreira na Copa do Mundo da Alemanha. Assim, o preparador de goleiros Wendell Ramalho e todos os membros do departamento médico serão mantidos em seus cargos.


Wendel esteve na tarde desta terça-feira na sede da CBF, no Rio, para conversar com Dunga e acertou sua permanência. Ele, inclusive, entregou um relatório ao novo treinador para contar como foi o trabalho dos três goleiros que defenderam o Brasil na Copa da Alemanha: Dida, Rogério Ceni e Júlio César.


Outro que conversou com Dunga nesta terça, na CBF, foi o médico José Luís Runco, que comandou o departamento médico da seleção nos últimos anos. Ele também irá ficar na nova comissão técnica, ao lado de toda sua equipe: os médicos Rodrigo Lasmar e Serafim Borges e os fisioterapeutas Luiz Alberto Rosan e Odir Souza.


Ainda nesta terça-feira, em reunião com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, Dunga deve decidir o futuro dos outros integrantes da comissão técnica: os preparadores físicos Moraci Sant´Anna e Paulo Paixão e o coordenador Zagallo. Sobre o supervisor Américo Faria, a tendência é que ele continue no cargo.


O primeiro teste de Dunga no comando da seleção será no dia 16 de agosto, quando o Brasil faz amistoso contra a Noruega, em Oslo. Por isso, o novo treinador deve convocar o time nos próximos dias.

Médicos sem Fronteiras