Mundo

Chegam dois vôos trazendo brasileiros do Líbano

O Itamaraty confirmou a chegada a São Paulo de dois vôos trazendo brasileiros do Líbano na manhã desta quinta-feira. Um grupo de 150 passageiros veio no vôo da Força Aérea Brasileira, e 10 deles ficaram em Recife. O segundo avião foi um Airbus da TAM, que segundo o representante do Itamaraty em São Paulo, o embaixador Jadiel Ferreira de Oliveira, trouxe um grupo de 260 brasileiros, pousando primeiro em Natal e logo após seguindo para São Paulo. Com os dois vôos, o total de brasileiros que foram repatriados nesta quinta fica em 410.


Também segundo o Itamaraty, o governo brasileiro retirou da zona de conflito 1.134 cidadãos, outros 245 saíram por conta própria, deixando um total de 1.379 brasileiros retirados do Líbano.


A TAM possui mais um vôo programado para a retirada de brasileiros, este para sábado e, ao contrário desta quinta-feira, os custos da próxima viagem serão divididos entre a TAM e a Gol.


Família


Para 42 libaneses, ter família no Brasil ou algum familiar com origem brasileira acabou os salvando da guerra. Ontem, no comboio de ônibus que chegou à cidade turca de Adana, o governo brasileiro autorizou que um grupo de libaneses também fosse transportado. O objetivo era o de garantir que famílias não fossem separadas por causa do conflito. Em vários casos, apenas a esposa, marido ou filhos tem a nacionalidade brasileira. “Não vamos separá-los“, disse um diplomata.


O governo, porém, teve de fazer gestões com a diplomacia turca para pedir que essas pessoas não fossem barradas na fronteira entre a Síria e a Turquia. Os libaneses normalmente precisam de visto para entrar em território turco. Mas a garantia dada pelo Brasil era de que todas estas pessoas se comprometeriam a não permanecer na Turquia e seguiriam nos vôos da FAB.


Caio Teixeira e Jamil Chade

Médicos sem Fronteiras