São José dos Pinhais
15/10/2018 11:37
Brasil

Moro nega privilégios em visitas

Compartilhar artigo no facebook Compartilhar artigo no twitter Compartilhar artigo no WhatsApp ↑ Topo

Embora Gleisi Hoffmann tenha ido conversar com Raul Jungmann para que Lula pudesse “ter uma flexibilidade” ao que diz respeito às suas visitas, quem bate o martelo sobre o assunto, é Sergio Moro. E o juiz negou o privilégio, disse que “além do recolhimento em Sala de Estado Maior […] e disponibilização de um aparelho de televisão […] nenhum outro privilégio foi concedido, inclusive quanto a visitações”. Segundo Moro, porque isso inviabilizaria “o adequado funcionamento da repartição pública”.

Médicos Sem Fronteiras